Movimento Eclesial
Apóstolos da Palavra

Uma família Missionaria ao serviço da Igreja Católica

O Movimento Eclesial intitulado “Apóstolos da Palavra” (cf. 304 §2), foi fundado pelo P. Flaviano Amatulli Valente em 2 de Julho de 1978 e aprovado a 31 de Março de 1980, pelo Bispo de Santo André Tuxtla Veracruz (México), Dom Guilhermo Ranzahuer Gonzalez; e foi ereto por ele próprio a 26 de Novembro de 1990, como ASSOCIAÇÃO PÚBLICA DE FIÉIS (cf. §1,3ᵒ; 313).

Representa mais uma resposta para fazer frente à grande necessidade dos Operários do Evangelho, agrupados em diferentes DEPARTAMENTOS, colaborando todos, segundo a própria condição, na missão que Deus encomendou à Igreja no mundo.

Estes Departamentos estão estruturados da seguinte maneira, dos quais se destacam:

São jovens, homens e mulheres, solteiros, que, legitimamente admitidos pela autoridade competente, se comprometem a oferecer um serviço missionário à Igreja a tempo inteiro. Habitualmente, consiste num serviço temporário, com uma promessa renovável a cada ano.

Com efeito, um dos objectivos do Movimento Eclesial “Apóstolos da Palavra” é contribuir a que os jovens católicos ofereçam, pelo menos, um ano de serviço missionário à Igreja.

Ao mesmo tempo, o Voluntariado Missionário é uma etapa de discernimento vocacional. Os jovens que tenham desejo de ingressar no Seminário participam em jornadas vocacionais e no Pré-seminário, com vistas a integrarem-se na Fraternidade Missionária.

As jovens que desejem ingressar na vida consagrada começam a ter acompanhamento vocacional por parte das Irmãs da Sociedade Missionária e a participar em encontros periódicos.

São homens e mulheres, crianças, jovens e adultos, que fizeram experiência na sua vida da eficácia da Palavra de Deus e da importância de pertencer à Igreja, fundada por Cristo, e que querem dar testemunho da Fé e prestar ajuda aos irmãos que se encontram em perigo de perder a Fé por causa da ação destrutiva das seitas.

Dividem-se nas seguintes categorias: Ativos (realizam um apostolado específico, contando com preparação adequada) e Auxiliares (apoiam os membros Ativos, enquanto se vão capacitando cada vez mais).

Os seus objetivos são os seguintes:

  • Dar impulso à defesa da Fé católica, olhando especialmente o repto das seitas;
  • Trabalhar para concretizar o desejo de Jesus Cristo da unidade entre os seus discípulos (Jo 17, 21);
  • Dar a conhecer a Palavra de Deus por todos os meios possíveis;
  • Estabelecer e promover um sistema missionário popular.

O objetivo principal do Departamento de Pastoral Bíblica é ajudar os seus membros a viver plenamente a sua vocação cristã à santidade, num espírito eminentemente missionário e seguindo o carisma e a metodologia de trabalho do Movimento Eclesial Apóstolos da Palavra.

Em concreto, a sua missão específica consiste em fazer da Bíblia o livro da Igreja e, portanto, de todos os católicos, tendo em conta o lema «Bíblia para tudo, Bíblia para todos».

Os seus objetivos concretos são:

  • Evangelização: Utilizar a Bíblia como meio fundamental para a formação de católicos amadurecidos, mediante cursos bíblicos adequados às capacidades e ao temperamento de cada um.
  • Catequese pré-sacramental: conjugar oportunamente a Bíblia e o Catecismo para que, desde a infância, os católicos se vão habituando a descobrir nas Sagradas Escrituras o caminho fundamental de Salvação.
  • Liturgia: Trabalhar para que cada católico use a Bíblia também na liturgia oficial, especialmente durante a homilia.
  • Oração pessoal e comunitária: Que a Bíblia seja o texto fundamental para realizar a oração pessoal e comunitária.
  • Religiosidade popular: Promover o uso da Palavra de Deus em todas as práticas de religiosidade popular.

São meninos e meninas valentes que querem conhecer todos os dias e cada vez mais a Palavra de Deus, e, ao mesmo tempo, dá-la a conhecer a outras crianças e, também, aos adultos.

Contam com um(a) assessor(a) que os acompanham para que sejam autênticos discípulos e missionários desde pequenos.

O assessor pode ser um(a) jovem ou um casal que tenha frequentado os cursos bíblicos, com a devida preparação para que possa orientar e formar com responsabilidade os Apostolinhos. Têm de ser pessoas de oração, que tenham amor pela missão e participem dos encontros de formação, para se irem atualizando continuamente.

É um grupo de jovens no amadurecimento humano e cristão, com base no são recurso da psicologia, oração, vida sacramental e, fundamentalmente, da Palavra de Deus.

A Bíblia é a razão de ser e a fonte de inspiração da JUMAP. A sua missão é fazer que cada jovem conheça e viva a Palavra de Deus, facilitando o acesso a ela.

Exige-se um número mínimo de integrantes (de 8 a 15), de modo que seja possível um verdadeiro conhecimento, intercâmbio, enriquecimento e integração entre todos. Se o grupo for mais numeroso, divide-se em dois, dando origem a outra comunidade. Não obstante, realizam-se atividades em conjunto para não se perder a identidade e unidade como JUMAP.

O que se pretende é seguir Cristo, formando parte de uma comunidade e vendo na comunidade um aspeto importante da vida cristã, tendo em conta as palavras de Jesus: «Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, Eu estou no meio deles» (Mt 18, 20).

O objetivo principal do Departamento de Casais consiste em apoiar os noivos e os esposos a viver plenamente o seu estado de vida, à luz da Palavra de Deus, num espírito eminentemente missionário e seguindo o carisma e a metodologia de trabalho do Movimento Eclesial Apóstolos da Palavra.

Os seus objetivos específicos são os seguintes:

  • Impulsar nos esposos uma nova maneira de viver o sacramento do Matrimónio, à luz da Palavra de Deus e do Magistério da Igreja;
  • Promover a solidariedade entre os membros do Departamento de Famílias, com a intenção de viver o Evangelho ao estilo das primeiras comunidades cristãs, que partilhavam tudo quanto tinham (Act 2, 44-45);
  • Acompanhar as famílias no seu estado de vida e os noivos na sua etapa de formação;
  • Diligenciar o surgimento de conselheiros matrimoniais.

São famílias regulares ou casais em alguma situação irregular que desejam integrar-se cada vez mais na vida eclesial, num estado de conversão constante.

Dividem-se nas seguintes categorias:

  • Ambos cônjuges são Apóstolos da Palavra, seja a tempo inteiro ou por um período limitado;
  • Um dos cônjuges é Apóstolo da Palavra, seja a tempo inteiro ou por um tempo determinado;
  • Noivos em preparação para o Matrimónio.

São homens e mulheres, crianças, jovens e adultos doentes, que, aceitando amorosamente o sofrimento como vontade do Pai, se unem à Paixão de Cristo para bem dos missionários da Igreja, em especial dos “Missionários Apóstolos da Palavra”.

 

Objetivo

Que todos os doentes ofereçam as suas dores e sacrifícios em oferenda ao Pai celestial pelas missões.

 

Organização

O Departamento de doentes missionários é constituído por dois grupos:

 

1 – Intercessores dos Doentes: São crianças, jovens e adultos dedicados à Pastoral dos Doentes. A sua missão consiste em despertar nos doentes a vontade de, mediante a sua enfermidade, associar-se aos sofrimentos de Cristo na Cruz e oferecer os seus sofrimentos em favor das missões.

2 – Doentes missionários: São crianças, jovens e adultos que querem unir-se à obra de Salvação de Cristo e oferecem as suas dores, sofrimentos e doenças em favor das missões.

Constituem-no “Apóstolos da Palavra do Movimento Eclesial da Fraternidade Missionária e da Sociedade Missionária, que realizam o apostolado através dos meios de comunicação social e das nossas publicações, especialmente o nosso boletim informativo, a nossa página na Internet: http://www.apostolosdapalavra.pt, a nossa rádio (www.apostolesdelapalabra.org/radio-apostol) e os livros das nossas edições.

 

Atualmente, estamos a promover formação bíblica, pastoral e apologética por meio da Internet (http://cursosapostoles.com) e a usar abundantemente as redes sociais (Facebook e Twitter).

O objetivo principal do Departamento de Música consiste em unir em família todos os músicos que experimentaram a eficácia da Palavra de Deus na sua vida e querem transmitir essa experiência por meio da música.

Os seus objetivos concretos são os seguintes:

  • Anunciar a Palavra de Deus por meio da música;
  • Cristianizar as festas religiosas;
  • Animar os coros, grupos, solistas e compositores a que se unam à nossa missão, estimulando-os a ser evangelizadores;
  • Promover o surgimento em cada comunidade católica de grupos, coros ou solistas que animem a Santa Missa e as reuniões:
  • Providenciar que paróquias, capelas e comunidades disponham de, pelo menos, um bom equipamento de som.

Os Missionários paroquiais são um contributo dos Missionários “Apóstolos da palavra” às paróquias.

É oportuno que cada entidade Eclesial conte com seus missionários próprios, “expertos” no campo da evangelização, mediante uma preparação e um treino adequado, com a finalidade de ajudar aos mais débeis na fé a tomar consciência da sua identidade como membros da Igreja de Cristo para não serem vítimas das diferentes propostas religiosas.

Estes podem formar parte dos Movimentos Apostólicos já existentes, ou não. O importante é que, uma vez constituído em grupo especial, o grupo dos Missionários possa organizar-se autonomamente de acordo com a sua formação e seu desempenho apostólico.

A sua finalidade é dar formação aos profissionais com o fulgor da Palavra de Deus, para que, por sua vez, possam iluminar outros com a luz do Evangelho no ambiente profissional em que se encontrem, num espírito eminentemente missionário e seguindo o carisma e a metodologia de trabalho do Movimento Eclesial Apóstolos da Palavra.

Os seus objetivos concretos são os seguintes:

  • Ajudar na formação académica dos Apóstolos da Palavra que serviram como mínimo um ano no Movimento, de modo a capacitá-los para realizarem uma pastoral mais profissional e o Movimento Eclesial Apóstolos da Palavra esteja presente em todos os ambientes.
  • Que os Apóstolos da Palavra profissionais possam evangelizar oportunamente os espaços onde desenvolvem a sua profissão. E que possam envolver outros na tarefa de anunciar o Evangelho seguindo o carisma e a metodologia de trabalho do Movimento Eclesial Apóstolos da Palavra.
  • Que os empresários possam evangelizar segundo as suas aptidões e os recursos que possuem, de forma económica, estratégica e logística, além de envolver outros empresários nesta nobre tarefa de anunciar o Evangelho por todos os meios possíveis.
  • Ser como fermento na massa, por meio da educação e dos meios de comunicação social.

Quem são?

São pequenas comunidades cristãs, onde os seus membros seguem a Cristo em espírito de solidariedade e numa dimensão humana, espiritual e apostólica, tendo como fonte principal de inspiração a Palavra de Deus.

 

Característica fundamental

Dão ênfase ao aspecto espiritual, pelo que não se tarata de um simples grupo nem um clube, mas sim uma pequena comunidade, a exemplo das primeiras comunidades cristãs.

Sendo assim, qual teria que ser a característica fundamental das comunidades “Palavra e vida”? É Buscar a verdadeira superação humana dos seus membros para tornar realidade a lei do amor.

Concretamente, os membros deste departamento não podem pretender formar comunidades cristãs duradouras, confiando somente na intervenção de Deus (milagres). É necessária a ajuda da psicologia para sarar traumas, corrigir condutas equívocas e aumentar a própria auto-estima. Assim, as comunidades “Palavra e vida” podem representar um remanso de paz para viverem a própria dimensão humana em que a própria experiência é aliada ao ensinamento da Palavra de Deus.

Logrando isto, a vida torna-se mais leve e agradável, como Cristo deseja, pois disse: “Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância (Jo 10,10).

Começam sendo um grupo de pessoas que se reúnem uma vez por semana para partilhar a própria vida de fé, buscar a própria superação humana e formar uma verdadeira comunidade cristã.

Cada mês, os coordenadores de cada comunidade têm a sua reunião e, de dois em dois meses, com os distintos grupos já formados para que os membros possam viver o retiro espiritual e terem a convivência.